Publicado há 3 anos atrás

Como funciona o cerimonial de cremação?

 

As cerimônias de cremação estão longe de ser um costume novo, já que há quase 3 mil anos sociedades cremavam os seus mortos, como um ritual de purificação. No século 10 a.C., os gregos também incineravam os seus mortos e enviavam as cinzas para a família. Antes ainda, na pré-história, os corpos eram queimados para evitar a aproximação das feras. É claro que a cerimônia de cremação evoluiu muito e hoje acontece com técnicas modernas, que respeitam o morto e não impressionam os entes queridos, ao contrário, podem ser cerimônias muito bonitas.

 

O que é a cremação?

 

Com o crescimento populacional em grandeza exponencial, já estamos vivendo a falta de espaço para os enterros convencionais. Logo, a cremação e os cemitérios verticais são a solução para o futuro dos sepultamentos. Um crematório é um forno que incinera os corpos e os transforma em cinzas. O processo de cremação pode levar uma ou duas horas, o tempo vai depender do peso da pessoa (obesos são cremados mais rápidos já que a gordura atua como combustível para o fogo). É evidente que durante a cerimônia de cremação no crematório, familiares e amigos não verão o corpo ser incinerado.

A queima acontece longe dos olhos de todos e normalmente em uma região subterrânea do cemitério. No ritual de cremação, o corpo é velado normalmente, caso a família opte, e no final da homenagem a urna segue para iniciar o processo de cremação. A lei brasileira exige que os corpos só sejam cremados 24 horas após o óbito, então durante esse período os corpos ficam numa câmara fria. Ao final da cremação as cinzas e alguns fragmentos ósseos restantes são triturados para que os grãos fiquem uniformes e sejam entregues aos familiares.

 

Qualquer pessoa pode ser cremada?

 

A lei brasileira exige que a família do morto autorize a cremação e que a pessoa, ainda em vida, registre em cartório a vontade de ser cremada. Ainda que tenha sido uma vontade de quem partiu ter o corpo cremado, se a família não autorizar, a cremação não pode ser realizada.

 

Quais as vantagens da cremação?

 

– É mais econômica que os sepultamentos convencionais, pois não há custos com terreno em cemitério e locação de jazigo (a menos que a família queira manter as cinzas em um columbário);

– É mais higiênica, já que evita problemas sanitários e de infecção no solo;

– É um processo 100% ecológico, já que não afeta o meio ambiente por não emitir gases poluentes, normalmente emitidos nos sepultamentos;

– É mais prática, já que após a cremação, a urna é entregue à família e não há vínculos com o cemitério e questões burocráticas.

Agora que você já entendeu a como funciona a cremação e as vantagens de um crematório, conheça o cerimonial de cremação e os outros serviços do Cemitério Metropolitano.

Categoria: Cremação

Acompanhe no Instagram!

WhatsApp
WhatsApp