Publicado há 6 meses atrás

Conheça as homenagens póstumas a famosos que já faleceram

Você já parou para pensar que diversos famosos recebem muitas homenagens após sua morte? É o que chamamos de homenagens póstumas. Diferentemente do que você possa imaginar, as homenagens póstumas podem acontecer de diversas formas: com uma cerimônia, através de gestos, como fazer uma tatuagem, uma doação, organizar um evento, fazer uma viagem ou qualquer coisa que, de alguma forma, celebre a memória daquele que se foi. 

No vídeo, Roberta Nachif, Diretora Geral do Metropolitano, conta como funciona a Homenagem Póstuma. Confira!

Entre os famosos, é muito comum vermos suas biografias em formato de livros, filmes e seriados. Como é o caso de Cazuza, Steve Jobs e Princesa Diana, entre outros. E, falando em cantores, organizar shows em formato de tributos, em que outros artistas cantam músicas daquele que faleceu e está sendo homenageado, também é uma forma comum de homenagem póstuma. 

Já quando pensamos em pessoas que não são artistas, o mais comum é fazer uma cerimônia de homenagem póstuma. Isso pode acontecer logo após o falecimento ou anos depois, como a família desejar. Além disso, familiares também costumam escolher tatuagens que representam o amor que sentem por quem partiu. Inclusive, essa é uma opção bastante escolhida entre os famosos também. 

Sabendo como é comum e importante essa celebração da memória de quem partiu, decidimos reunir algumas homenagens que famosos receberam, seja de familiares, amigos, fãs ou através de uma obra. Acompanhe o texto e confira.

 

Se preferir, clique direto no tópico
1 – Cazuza
2 – Chico Xavier
3 – Princesa Diana
4 – Steve Jobs
5 – Robin Willians
6 – Eduardo Galvão
7 – Diego Maradona
8 – Ricardo Boechat

 

 

1 – Cazuza

Como já citamos logo no início do texto, Cazuza teve sua vida transformada no filme biográfico “Cazuza – O Tempo Não Para”, em que o artista foi interpretado pelo ator Daniel Oliveira. Além disso, a mãe de Cazuza, Lucinha Araújo, criou a Sociedade Viva Cazuza, organização que cuida de crianças e adultos portadores do vírus HIV. A Sociedade Viva Cazuza teve suas atividades encerradas em 2020, após 30 anos de atuação. 

Após a morte de Cazuza, Lucinha também contou a história do filho para a publicação do livro “Cazuza, só as Mães São Felizes”, escrito pela escritora Regina Echeverria e lançado em 1997. 

Com certeza, diversos shows também já foram organizados em homenagem ao artista, assim como a regravação de suas músicas por parte de outros artistas e admiradores.

O último registro foi nos Prêmios Multishow de 2020, em que o cantor Jão interpretou “Codinome Beija-Flor” e “O Tempo Não Para”. Confira a apresentação a seguir:

 

2 – Chico Xavier

O famoso médium brasileiro, Chico Xavier, também teve sua vida transformada em obra. Primeiro, o escrito por Marcel Souto Maior lançou o livro biográfico “As Vidas de Chico Xavier”, em 1994.

Anos depois, em 2010, o livro acabou inspirando o filme “Chico Xavier”, em que o médium foi interpretado pelo ator Nelson Xavier.

 

3 – Princesa Diana

Recentemente, tivemos também o filme “Diana” para contar como foram os dois últimos anos da vida da Princesa de Gales. O período entre 1995 e 1997, quando aconteceu sua morte em um acidente de carro, em Paris.

 

4 – Steve Jobs

O famoso fundador da marca Apple, Steve Jobs, teve a vida transformada em filme. O empresário foi interpretado pelo ator Ashton Kutcher no longa nomeado de “Jobs”.

 

5 – Robin Willians

Já o ator Robin Willians teve sua homenagem póstuma por parte do filho Zack Willians. Ao ter seu primeiro filho, Zack Willians o batizou com o nome do meio do seu pai: McLaurin. 

 

6 – Eduardo Galvão

Em 2020, o ator Lima Duarte fez uma homenagem ao seu amigo Eduardo Galvão, que tinha acabado de falecer por Covid aos 58 anos. 

A homenagem do ator foi uma das maneiras mais simples e significativas de homenagear um parente ou amigo querido. O artista contou histórias ao lado de Eduardo Galvão através de um vídeo publicado no Instagram.

Em muitas cerimônias, amigos e familiares homenageiam pessoas queridas dessa forma. Sendo o cerimonial apenas uma forma de reunir as pessoas para compartilhar seus sentimentos e histórias, o foco é sempre o homenageado.

Confira o relato de Lima Duarte aqui.

 

7 – Diego Maradona

Também em 2020, faleceu Diego Maradona, um dos jogadores mais famosos da história do futebol em todo o mundo. O jogador faleceu aos 60 anos, no dia 25 de novembro. O argentino recebeu homenagens de diversos famosos em suas redes sociais

Entre os nomes, podemos citar Neymar, Xuxa, Carolina Dieckmann, Thalia, e muitos outros. 

 

8 – Ricardo Boechat

O jornalista faleceu no início de 2019 em um acidente de helicóptero, quando o veículo caiu. A homenagem aconteceu no Jornal da Band, programa em que o jornalista era âncora. 

No fim da edição, todos os funcionários da Band de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e da Rádio Band News FM apareceram para aplaudir, de pé, o jornalista, que teve sua foto exibida em preto e branco no final.

Além disso, o telejornal ainda exibiu profissionais e amigos do jornalista falando sobre sua vida, relembrando, também, a trajetória profissional de Ricardo Boechat.

 

Qual seria sua homenagem póstuma para alguém querido?

Muitos acompanham e se emocionam com as homenagens feitas para famosos após sua morte, mas não se dão conta que podem oferecer homenagens aos seus familiares e amigos também. 

Foi pensando nisso que o Metropolitano criou a Sala Roma, especialmente para cerimônias póstumas. A infraestrutura do local foi pensada por profissionais para criar uma experiência sensorial, transmitindo conforto e acolhimento. 

A cerimônia pode ocorrer, também, antes do sepultamento ou cremação. Bem como a família pode realizar um cerimonial anos depois para manter viva a memória e todo sentimento bom que o ente deixou para trás. 

É uma forma de dividir a saudade também, compartilhando histórias e dedicando um momento para lembrar de alguém querido. 

A Sala Roma oferece recursos como vídeo, onde é criado um material especial, de acordo com informações passadas pela família. Além disso, conta com sonorização ambiente, transmitindo músicas selecionadas pela família também.

 

Fale com a gente e saiba como podemos te ajudar a homenagear alguém querido:

Mande mensagem através do WhatsApp, pelo telefone (13) 3467-4864 | (13) 9966-14644 ou mande uma mensagem aqui mesmo no site. Estamos prontos para melhor atender você e tirar suas dúvidas!

 

Conheça o Cemitério Vertical Metropolitano em São Vicente

Aqui no Cemitério Metropolitano, o cerimonial de cremação  e o cerimonial de sepultamento podem ser realizados na Sala Roma, nosso ambiente projetado para uma experiência sensorial para realizar cerimônias de velório e homenagens póstumas.

Ainda há a opção de escolher pelo velório online, em que é possível aproximar familiares e amigos que estejam longe e não consigam chegar a tempo da despedida.

Além disso, possuímos planos de pagamento acessíveis. Nós sempre incentivamos as pessoas a se planejarem para o momento da despedida que, afinal, é inevitável, mas pode ocorrer de maneira mais tranquila para os familiares.

Com planejamento, é possível facilitar a burocracia, passando com mais calma pelo momento do luto, assim como diminuir o valor das despesas e ainda respeitar os desejos de quem se foi.


O Cemitério Metropolitano é um cemitério vertical localizado em São Vicente/SP. Utilizando técnicas modernas para a minimização de impactos ambientais, com suas instalações e lóculos. Possui crematório, salas para velório, ossuários e realiza cerimonial de cremação, homenagem póstuma e cerimônias religiosas para quem deseja prestar celebrar a memória de um ente querido.

Categoria: Curiosidades

Acompanhe no Instagram!

WhatsApp
WhatsApp