Publicado há 2 meses atrás

Eutanásia em animais: tudo o que você precisa saber antes de decidir

Alguns animais acabam adquirindo doenças graves que são incuráveis ou geram grande sofrimento para o animal. Em casos assim, a eutanásia em animais é recomendada pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária. Mas só quem passa por esse tipo de situação sabe a dor de tomar essa decisão. Por isso, a melhor atitude é se informar.

Se você tem um bichinho de estimação, é importante ficar por dentro desse assunto que ainda é um tabu. Então, confira o texto que preparamos com as informações mais importantes sobre a eutanásia animal, seja a eutanásia em cães, gatos ou outro bichinho de estimação.

Se preferir, clique direto no tópico:

O que é a eutanásia em animais?
Quando a eutanásia animal é recomendada?
Como o veterinário decide indicar a eutanásia em cães ou gatos?
Quem decide sobre a eutanásia em animais? Tutor ou veterinário?
Eutanásia em animais: como é procedimento?
É possível assistir à eutanásia em animais?
Como decidir fazer eutanásia animal ou não?

O que é a eutanásia em animais?

Eutanásia em cães

É consenso: quem ama os animais sabe que sua vida é muita curta. Há quem diga que os animais vivem menos porque já chegam ao mundo sabendo amar. Impendentemente das crenças, um cão vive, pelo menos, 10 anos, podendo chegar até 20 ou um pouco mais. Tudo vai depender da raça e da vida que levar. O mesmo vale para os gatos, que podem viver mais de 20 anos quando não têm acesso à rua.

Quem ama e cuida bem dos seus bichinhos faz de tudo para garantir a melhor qualidade de vida e longevidade. Assim, quando o pet fica doente e a eutanásia animal é a melhor opção para não estender seu sofrimento, é muito difícil aceitar essa opção como a melhor escolha. Afinal, como aceitar antecipar a morte do seu melhor amigo?

No entanto, a eutanásia em animais pode, sim, ser a melhor opção em algumas situações. Para saber se essa escolha se aplica à situação do seu pet, o melhor é se informar e contar com bons profissionais veterinários.

Eutanásia, do grego “eu” – bom – e “thanatos” – morte -, consiste no modo humanitário de levar o animal ao óbito, sem dor e com mínimo estresse. É a técnica de causar a morte de um animal de maneira controlada e indolor acarretando no alívio do sofrimento.

Quando a eutanásia animal é recomendada?

Eutanásia em cães

Como dito no início do texto, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) é o órgão responsável por regulamentar a eutanásia em animais. Assim, no Guia de Boas Práticas do CFMV a indicação da eutanásia animal é para casos de animais com doenças incuráveis e que estejam em grande sofrimento.

Além disso, quando o animal representa risco à saúde pública, a eutanásia também é indicado. Um exemplo disso é quando o animal adquire raiva canina. Por isso, é importante a vacinação anual contra esse vírus.

Como o veterinário decide indicar a eutanásia em cães ou gatos?

Eutanásia animal

Quando o veterinário segue as orientações do CFMV, ele indica a eutanásia em animais apenas em casos extremos, quando, além de não haver cura para a doença, também não há remédio para aliviar o sofrimento do animal. Por exemplo, gatos ou cães com câncer em fase terminal.

Ou seja, se a doença elimina a qualidade de vida do animal sem nenhuma perspectiva de melhora, o veterinário pode indicar a eutanásia.

Quem decide sobre a eutanásia em animais? Tutor ou veterinário?

Como você viu até aqui, o médico-veterinário indica a eutanásia em animais de acordo com sua avaliação, respeitando as orientações do CFMV. No entanto, é tutor quem tem a palavra final sobre realizar ou não o procedimento.

Com isso, vemos a importância de contar com bons profissionais na medicina veterinária para cuidar dos nossos animais de estimação. O profissional, com atendimento humanizado e acolhedor, pode explicar ao tutor por que a eutanásia é uma escolha de amor para com os amigos de quatro patas.

A exceção, como já citado, é em caso de doenças que colocam em risco à saúde pública. Assim, a eutanásia compulsória acontece de acordo com as regras sanitárias.

Eutanásia em animais: como é procedimento?

Na prática, a eutanásia em animais é feita em um local tranquilo para não causar nenhum estresse, medo ou ansiedade no animal. Então, o CMFV orienta o uso de anestésico injetável ou inalatório para, em seguida, utilizar agentes químicos que garantam o óbito. Assim, é como se o animal falecesse enquanto dorme.

É importante que a eutanásia em animais não cause nenhuma dor ou sofrimento, bem como cause perda imediata da consciência. Depois de administrar os medicamentos para a eutanásia animal, o veterinário checa os sinais vitais para confirmar a morte.

É possível assistir à eutanásia em animais?

O CFMV permite que os tutores estejam presentes durante o procedimento de eutanásia em animais, se assim desejarem. Inclusive, a presença do tutor pode contribuir para o bem-estar do animal, para que ele se sinta acolhido no momento.

No entanto, se você, como tutor, não se sentir no controle das sua emoções para lidar com o momento, é melhor não estar presente. A ansiedade, medo e estresse do tutor pode prejudicar a influenciar negativamente o procedimento, tornando o momento estressante para o cão ou gato. Assim, escolha estar presente apenas se estiver emocionalmente estável, na medida do possível, para a situação.

Como decidir fazer eutanásia animal ou não?

Uma vez que o médico veterinário indicar o procedimento de eutanásia em animais devido à doenças graves e incuráveis, é hora de você, como tutor, decidir se faz ou não o procedimento no animal. Para isso, não há regra. Cada um deve avaliar sua própria situação, o importante é priorizar o bem-estar do animal acima de tudo. Dito isso, seguem alguns tópicos para refletir e ajudar você a tomar uma decisão.

  • Indicação do médico-veterinário;
  • Quando animal apresentar doença grave, sem chance sem melhora;
  • O animal apresenta doença incurável;
  • Considere se animal sente muita dor, que mesmo medicações não podem aliviar;
  • Avaliar como o animal se sente. Muitas vezes, mesmo com uma doença terminal, o animal mantém um estilo de vida ativo (come, brinca e é “independente”). Assim, pode não ser a hora para escolher a eutanásia e a decisão pode ser postergada.
  • A idade do animal. Quanto mais novo, maior a chance de o animal se recuperar.
  • Capacidade emocional do tutor e da família de lidarem com a decisão, sem culpa posterior;

O mais importante é conversar com o médico-veterinário, pois ele avaliou e animal e considerou a maioria dos tópicos citados. Se preferir, busque por uma segunda opinião profissional.

A eutanásia animal pode ser uma decisão de amor para o seu pet, dependendo de cada situação. No entanto, optar pela cremação de animais é, sem dúvida, o último gesto de respeito que você pode prestar ao seu bichinho de estimação.

As clínicas veterinárias costumam descartar os animais como resíduo orgânico. Mas aquele que dedicou toda sua vida para ser seu companheiro merece uma despedida com mais respeito e amor. Você pode oferecer isso optando pela cremação de animais. Escolhendo o Metropolitano, nós fazemos a retirada do corpo do animal e ainda oferecemos uma cerimônia de despedida e urnas personalizadas.

Conheça a cremação de animais no Metropolitano

Se você está buscando cremação de animais em Santos, São Vicente, Praia Grande ou demais cidades da Baixada Santista, pode conferir que o Cemitério Metropolitano oferece o melhor custo-benefício, com conforto à família e respeito à memória do bichinho de estimação. 

  • A compra preventiva garante uma economia de até 15%;
  • Pagamentos à vista também contam com 10% de desconto. 

No mais, o valor varia de acordo com o peso do animal. Com até  50kg, a cremação de animais custa a partir de R$1.100. Para animais com mais de 50kg, a cremação custa em torno de R$1.500.

Essa é uma média de valores, não deixe de entrar em contato com a nossa equipe e conferir nossas condições especiais de pagamento e os valores atuais do serviço. 

Você tem dúvidas sobre a Cremação de Animais? Converse com a gente!

Mande mensagem através do WhatsApp, pelo telefone (13) 3467-4864 | (13) 9966-14644 ou mande uma mensagem aqui mesmo no site. Estamos prontos para melhor atender você e tirar suas dúvidas!

Urnas personalizadas para o seu pet

Mais sobre o Metropolitano

Aqui no Cemitério Metropolitano, o cerimonial de cremação  e o cerimonial de sepultamento podem ser realizados na Sala Roma, nosso ambiente projetado para uma experiência sensorial para realizar cerimônias de velório e Homenagens Póstumas. Além da Sala Roma, ainda oferecemos mais quatro opções de salas para velório.

Também há a opção de escolher pelo velório online, em que é possível aproximar familiares e amigos que estejam longe e não consigam chegar a tempo da despedida.

Além disso, possuímos planos de pagamento acessíveis. Nós sempre incentivamos as pessoas a se planejarem para o momento da despedida que, afinal, é inevitável, mas pode ocorrer de maneira mais tranquila para os familiares.

Com planejamento, é possível facilitar a burocracia, passando com mais calma pelo momento do luto, assim como diminuir o valor das despesas e ainda respeitar os desejos de quem se foi.


O Cemitério Metropolitano é um cemitério vertical localizado em São Vicente/SP. Utilizando técnicas modernas para a minimização de impactos ambientais, com suas instalações e lóculos. Possui crematório, salas para velório, ossuários, cremação para animais e realiza cerimonial para quem deseja prestar homenagem póstuma.

Acompanhe no Instagram!

WhatsApp
WhatsApp