Publicado há 5 meses atrás

Já conhece a cremação de restos mortais? Um único passo que evita muitos outros

Quando sepultado, o corpo precisa passar pelo processo de exumação após alguns anos. Na maioria das cidades da Baixada Santista, o tempo estipulado é de três anos. Nesse momento, as famílias que não optaram pelo serviço de cremação após o falecimento, podem ter os mesmos benefícios escolhendo a cremação de restos mortais após a exumação. 

Entre os benefícios, podemos destacar a tranquilidade de não precisar tomar mais nenhuma decisão referente aos restos mortais, ou seja, sem burocracias e sem precisar retornar ao cemitério para cuidar do túmulo. Além disso, é possível fazer o transporte das cinzas com maior facilidade, se a família optar por mantê-las em uma urna, em caso de mudança, assim como também é possível espargi-las. E, no momento da cremação, as famílias podem realizar uma nova homenagem póstuma. 

Esses são apenas alguns dos benefícios. Para saber mais detalhes sobre esses e outros benefícios, e entender como funciona o serviço de cremação de restos mortais, acompanhe o texto.

O que é cremação de restos mortais?
O que fazer após a exumação
Quais os benefícios de escolher a cremação de restos mortais?

 

O que é cremação de restos mortais?

Quando o sepultamento é a primeira escolha, é necessário fazer a exumação do corpo após alguns anos. Nas cidades da Baixada Santista, a maioria das leis municipais determinam 3 anos como tempo mínimo. Isso acontece por alguns motivos, entre eles:

 

  • Abrir espaço no cemitério

Quando o sepultamento é realizado em um jazigo temporário, a família precisa solicitar a exumação do corpo para retirar o restos mortais e abrir espaço para um novo sepultamento. O tempo para isso deve respeitar a lei municipal de cada cidade. 

 

  • Fazer um novo sepultamento da família

Quando a família possui um jazigo perpétuo, a exumação só é feita com o pedido da família, normalmente devido a um novo falecimento, pois precisam utilizar o jazigo perpétuo. Nesses casos, a família precisa respeitar o prazo mínimo de 3 anos, mas pode deixar por tempo indeterminado, até que o jazigo precise ser usado novamente. Ou seja, não há pressa para abrir espaço no cemitério, já que o jazigo perpétuo pertence exclusivamente à família. 

 

O que fazer após a exumação

É nesse momento que o serviço de cremação de restos mortais pode ser escolhido. Afinal, após a exumação, a família tem algumas opções sobre o que fazer com os restos mortais. 

  • Ossuário

Caso os restos mortais já estejam na situação adequada de decomposição, a família tem a opção de enviar os restos a um ossuário. 

No Metropolitano, existem 3 opções de ossuários: individuais, duplos ou para quatro pessoas. As famílias podem visitar sempre que quiserem.

Em um cemitério municipal, é mais comum o ossuário individual, que a família paga e o detém por tempo vitalício, e o ossuário geral, que a família não precisa comprar, mas os restos mortais de diversas pessoas ficam no mesmo espaço e não há possibilidade de visitação. Com o tempo, os restos mortais do ossuário geral são cremados para abrir espaço para novos. 

  • Jazigo Perpétuo

Caso a família possua um jazigo perpétuo, é possível colocar os restos mortais em uma urna e mantê-los no jazigo mesmo em caso de um novo sepultamento. Essa opção também é em caso de decomposição adequada. 

  • Cremação de restos mortais

Caso a família não queira manter os restos mortais em um cemitério, é possível fazer a cremação e facilitar o transporte. Mesmo se a família quiser manter a urna no cemitério, em ossuário ou jazigo perpétuo, o translado é muito mais fácil, caso a família decida se mudar, por exemplo. 

No entanto, a cremação de restos mortais traz outros benefícios, como a possibilidade de espargir as cinzas ou manter a urna em casa. Além disso, também traz tranquilidade para a família que não precisará mais tomar decisões burocráticas em relação ao ente falecido. 

Outro ponto importante que vale ser lembrado é que, muitas vezes, o corpo exumado não está na situação adequada de decomposição e não pode ser posto em um ossuário. Nesses casos, o corpo precisa ser sepultado novamente. Se a família contar com um jazigo perpétuo e não houver outro ente para ser sepultado, ele pode retornar ao mesmo jazigo, mas em uma nova urna (caixão). Mas se a exumação foi feita para que outro ente possa ser sepultado, é necessário contar com outro jazigo, pois não é possível sepultar dois corpos no mesmo. 

Isso se repete em um jazigo temporário. Caso seja feita a exumação, mas o corpo não estiver totalmente decomposto, é necessário renovar o contrato por mais um ou dois anos, quando será feita uma nova exumação. 

Ou seja, não é possível levar para o ossuário um corpo que não está totalmente decomposto.

 

Quais os benefícios de escolher a cremação de restos mortais?

Como dissemos, os restos mortais só podem ser colocados em um ossuário se a decomposição estiver completa no momento da exumação. Então, a principal vantagem do serviço de cremação de restos mortais é finalizar um problema burocrático. Ou seja, com a cremação, não é necessário renovar o tempo do jazigo, nem ter que passar pelo processo doloroso de uma nova exumação. 

Confira o nosso post cremação, valor e curiosidades sobre o serviço. No texto, também explicamos sobre a autorização para a cremação e outros pontos importantes para quem deseja optar pelo serviço de cremação.

Lembrando que após a exumação, a família pode escolher fazer o translado dos restos mortais para um novo cemitério independentemente do estado de decomposição do corpo, seja para um ossuário, jazigo ou para realizar a cremação. 

  • Facilidade de transportar, guardar ou espargir as cinzas

Se a família quiser, ela pode manter as cinzas no ossuário ou no jazigo perpétuo, mas em caso de mudança ou qualquer outro motivo que precise mudar as cinzas de cidade, o transporte é muito mais fácil. No caso de restos mortais, é necessário um translado específico.

Caso mantenha a urna em casa, também facilita o contato com a memória do familiar, já que não precisa retornar ao cemitério para fazer uma visita. 

E, claro, sempre há possibilidade de espargir as cinzas ou aproveitar outra ideia para eternizar as cinzas de alguém especial. 

 

  • Segurança

 

Além disso, em cemitérios municipais, a urgência de abrir espaço para novos sepultamentos é uma realidade. Por isso, não é raro problemas de exumação sem autorização da família.

Em Bauru, família denunciou cemitério por exumar corpo sem autorização, pois quando o irmão chegou no local, o corpo não estava mais no jazigo e a administração não sabia sequer identificar qual era os restos mortais corretos. 

Em Rio Branco, no Acre, a prefeitura precisou fazer a exumação de 800 cadáveres entre 2013 e 2015 devido à superlotação do cemitério.

 

  • Cerimônia de Homenagem Póstuma

Só quem perdeu um ente querido e teve que lidar com decisões burocráticas sabe que o velório pode passar sem a atenção necessária e merecida, tão importante para honrar a memória do familiar e, também, iniciar o processo de luto. 

Optar pela cremação de restos mortais após a exumação é uma nova chance de realizar um cerimonial. No Metropolitano, temos uma sala especial para cerimônias, criada por profissionais para proporcionar uma experiência sensorial acolhedora e uma homenagem emocionante. 

É uma nova chance de se despedir e, quem sabe, sair do luto de uma maneira especial e marcante.

 

  • Conservação do meio ambiente

Outro benefício que deve ser uma prioridade de todos é a conservação do meio ambiente. O Cemitério Vertical já traz em sua essência não prejudicar o meio ambiente. A cremação também é uma opção que contribui para sua conservação, já que evita a superlotação de cemitérios e a contaminação por necrochorume. Mesmo se espargir as cinzas, não há nenhum dano ao meio ambiente, seja jogando no mar ou na terra.  

 

Conheça o Metropolitano, Cemitério com crematório na Baixada Santista

Aqui no Cemitério Metropolitano, você pode realizar a cremação do corpo ou dos restos mortais. E fazendo a contratação do serviço de forma preventiva, ainda é possível economizar. 

É possível trazer os restos mortais de outro cemitério após a exumação, independentemente do estado de decomposição. Nesse caso, você pode escolher um ossuário ou jazigo no Metropolitano e até mesmo realizar a cremação dos restos mortais, já que os cemitérios municipais da Baixada Santista não realizam o serviço. 

O cerimonial de cremação, cerimonial de sepultamento e homenagens póstumas podem ser realizados na Sala Roma, nosso ambiente projetado para uma experiência sensorial para realizar cerimônias de velório e homenagens póstumas.

Ainda há a opção de escolher pelo velório online, em que é possível aproximar familiares e amigos que estejam longe e não consigam chegar a tempo da despedida.

Além disso, possuímos planos de pagamento acessíveis. Nós sempre incentivamos as pessoas a se planejarem para o momento da despedida que, afinal, é inevitável, mas pode ocorrer de maneira mais tranquila para os familiares.

Com planejamento, é possível facilitar a burocracia, passando com mais calma pelo momento do luto, assim como diminuir o valor das despesas e ainda respeitar os desejos de quem se foi.

Tem dúvidas sobre a cremação de restos mortais? Fale com a gente: 

Mande mensagem através do WhatsApp, pelo telefone (13) 3467-4864 | (13) 9966-14644 ou mande uma mensagem aqui mesmo no site. Estamos prontos para melhor atender você e tirar suas dúvidas!


O Cemitério Metropolitano é um cemitério vertical localizado em São Vicente/SP, que oferece assistência e plano funerário. Utilizando técnicas modernas para a minimização de impactos ambientais, com suas instalações e lóculos. Possui crematório, salas para velório, ossuários e realiza cerimonial de cremação, para quem deseja prestar sua última homenagem.

Categoria: Cremação

Acompanhe no Instagram!

WhatsApp
WhatsApp