Publicado há 2 anos atrás

Serviço funerário: diferenças entre cemitério municipal e particular

Há algumas décadas, o serviço funerário tinha que pertencer ao setor público. Não havia empresas privadas no mercado que estivesse oferecendo esse serviço com qualidade. Devido a uma cultura que desprezava a relação com a morte, poucos se arriscavam nesse segmento. Hoje em dia, o cenário é outro. O setor privado oferece muito mais qualidade e benefícios quando comparado ao serviço funerário municipal em qualquer lugar do país.

Menos custos e mais qualidade: esses são os principais motivos para contar com o serviço funerário

Mesmo assim, ainda por uma questão de falta de planejamento — uma característica forte dos brasileiros —, as pessoas continuam contando com o serviço funerário público. Apenas por seguir a corrente, sem pensar nos pontos relacionados a essa “ausência de escolha” que usar o serviço público representa.

Saber as vantagens de contratar o serviço funerário particular pode fazer a diferença na hora de usar — e pagar — por esse serviço. Separamos os principais pontos que você precisa saber, incluindo como funciona o serviço funerário municipal. Confira!

Índice

1 – Como funciona o serviço funerário particular

2 – Por que contratar com antecedência?

3 – Como funciona o serviço funerário municipal

1 – Como funciona o serviço funerário particular?

De modo mais geral, os serviços oferecidos são os mesmos: jazigo perpétuo e temporário. Mas os detalhes desses serviços fazem toda a diferença. Além disso, existem os serviços personalizados, como a assistência funerária, que só é possível encontrar em empresas particulares, bem como salas de velório.

  • Jazigo perpétuo: ao adquirir o jazigo perpétuo em um cemitério particular, paga-se a taxa de manutenção e o jazigo tem posse vitalícia — como sugere o nome — até que o proprietário faleça ou venda. Com o falecimento do dono do jazigo, a posse começa a ser do seu herdeiro, assim como qualquer outro bem, como imóvel ou carro. Esse é um serviço que, ainda que o serviço funerário municipal possua algo com o mesmo nome, não funciona da mesma forma.
  • Jazigo temporário: nessa opção, o jazigo é usado como uma locação, válida por três anos. Nesse tempo, deve-se fazer a exumação do corpo, pagando uma taxa a mais por isso. Normalmente, esse tempo não é o suficiente para completa decomposição do corpo. Então, o corpo retorna ao jazigo temporário, sendo necessário mais um custo para o tempo extra de uso e uma nova exumação futuramente. O jazigo perpétuo é mais vantajoso, porque uma vez feita a aquisição e mantendo a taxa de manutenção em dia, não é necessário pagar outros valores.
  • Assistência funerária: alguns hospitais e seguradoras oferecem o plano funerário. A desvantagem de adquirir esse serviço nesses locais é não ter o sepultamento incluso. Então, no momento do falecimento, o familiar ainda precisa pagar pelo jazigo e, na maioria das vezes, acaba sendo em um cemitério público. No Cemitério Metropolitano, por exemplo, ao possuir o jazigo perpétuo, o proprietário e sua família também têm direito à assistência funerária.

 

2 – Por que contratar com antecedência?

Adquirir o jazigo perpétuo significa planejamento, que traz vantagens como redução de custos e maior qualidade do serviço. Mas, principalmente, conforto aos familiares que ficam e passam pelo luto de um ente querido. Isso agrega valor ao serviço funerário: pensar no bem-estar de cônjuges, filhos e parentes. Algo que as famílias só conseguem ao se planejar para a hora da morte.

Diante de um falecimento, as questões burocráticas se tornam muito confusas. Primeiro porque as pessoas não sabem o que fazer por não ser uma situação frequente. Segundo, devido ao estado emocional, que torna muito mais difícil qualquer tomada de decisão. E, por último, por questões financeiras, já que por se tratar de um serviço caro, a maioria das famílias não estão preparadas para arcar com os custos.

  • Menos custos

Como acontece na compra da maioria de produtos ou serviços, não fazer em um momento de urgência sempre resulta em menor custo. Isso porque é possível comparar preços e negociar o preço e condições de pagamento, ajustando o valor das parcelas à sua realidade.

  • Mais qualidade

O planejamento está ligado diretamente ao serviço funerário particular, pois não é possível contratar serviços funerários municipais de maneira antecipada. Isso já faz com que a qualidade do serviço seja muito maior. O estado da grande maioria dos cemitérios públicos é deplorável, em questão de sujeira, insetos e lápides quebradas. Além disso, os funcionários públicos não são orientados a oferecem qualquer assistência funerária aos familiares ou terem o cuidado de um atendimento humanizado.

 

3 – Como funciona o serviço funerário municipal

Atualmente, os cemitérios municipais não disponibilizam jazigo perpétuo, apenas temporário, onde a exumação deve ser feita, obrigatoriamente, três anos após o sepultamento. Alguns anos atrás, o município podia oferecer esse tipo de jazigo, mas o cenário mudou e apenas cemitérios particulares podem oferecer esse benefício.

Então, quando, na exumação, é identificado que o corpo está completamente decomposto, os restos são encaminhados para o ossuário. Isso dificilmente acontece após a primeira exumação, pois três anos não é tempo suficiente para a maioria dos adultos.

Enquanto que um jazigo perpétuo, em um cemitério particular, a família só faz a exumação, após três anos, quando surge a necessidade de utilizar o jazigo novamente. Então, os restos permanecem em uma parte do jazigo, após a exumação, mesmo que um novo corpo seja inserido.

Além desse tipo de transtorno, uma vez que o familiar necessita estar presente para identificar os restos, existe a situação em que a maioria dos cemitérios públicos se encontra: mal conservados.

O Agora publicou em seu portal sobre o “desserviço funerário” prestado pelo município da Capital, onde o próprio prefeito declara que a “administração dos cemitérios é a pior da cidade”, segundo publicação do Agora.

Já o portal de notícias da Uol, publicou sobre a prefeitura de São Paulo pagar indenização depois de exumar corpos sem autorização da família.

Serviço funerário é no Cemitério Vertical Metropolitano

O proprietário do jazigo perpétuo garante tranquilidade para ele e sua família. Após um falecimento, os familiares terão total assistência do serviço funerário, incluindo translado e sepultamento.

A cobertura de todo serviço funerário em todo território nacional é um benefício incluso na aquisição do jazigo perpétuo, assim como para o companheiro(a) e filhos(as) solteiros e menores de 21 anos. Com a aquisição do jazigo perpétuo, o contratante tem direito a todo serviço funerário, abrangendo todo procedimento relacionado ao luto. Ou seja, simplifica o processo burocrático e dispensa a necessidade de qualquer despesa extra, pois inclui translado, sepultamento e ossuários, entre outros.

Cemitério Vertical Metropolitano conta com excelente infraestrutura e toda a assistência que a sua família precisará na hora do adeus. Somos a melhor escolha para você oferecer uma despedida honrosa e tranquila para quem partiu.

 

Entre em contato conosco e esclareça suas dúvidas

Mande mensagem através do WhatsApp, pelo telefone (13) 3048-4257 | (13) 981886139 ou preencha o formulário aqui mesmo no site. Estamos prontos para melhor atender você e tirar suas dúvidas!


O Cemitério Metropolitano é um cemitério vertical localizado em São Vicente/SP, que oferece assistência e plano funerário. Utilizando técnicas modernas para a minimização de impactos ambientais, com suas instalações e lóculos. Possui crematório, salas para velório, ossuários e realiza cerimonial de cremação, para quem deseja prestar sua última homenagem.

Categoria: Serviço Funerário

Acompanhe no Instagram!

WhatsApp
WhatsApp