Publicado há 2 semanas atrás

Você sabe o que fazer com a rede social de falecidos?

Já parou para pensar o que acontece com as redes sociais depois que a pessoa morre? Se os familiares precisam fechar contas em bancos, por exemplo, também é necessário fechar as contas das redes sociais? A verdade é que o processo não é tão simples. Com o banco, basta você ter o atestado de óbito para fechar a conta e fazer a transferência do dinheiro, se houver, para quem é de direito. Mas, ironicamente, nas redes sociais não é tão simples se não tiver a senha da pessoa falecida. 

Então, o que fazer? Deixar a rede social parada, entrar em contato com o suporte para checar as opções ou tentar excluir? O texto de hoje responderá a essa dúvida tão comum. Acompanhe e fique por dentro do que você pode ou não fazer com as redes sociais de falecidos. E até mesmo se preparar para sua eventual morte. 

Se preferir, clique direto no tópico.

O que acontece com as redes sociais de quem morreu? 

Dúvidas frequentes sobre o que fazer com as redes sociais de quem faleceu

Como lidar com os dados virtuais das pessoas que faleceram? 

O que acontece com as redes sociais de quem morreu?

Hoje em dia, a maioria das pessoas tem, pelo menos, uma rede social. Seja Facebook, Instagram, as mais comuns, ou outras. Até mesmo as pessoas mais velhas estão aderindo a essa tecnologia que não existia na época em que eram mais jovens. 

Então, se você perdeu um familiar, tem três opções sobre o que fazer com suas redes sociais. Confira quais são elas a seguir.

1 – Excluir a conta por meio de solicitação

Essa opção está disponível para a maioria das redes sociais, sendo que cada uma pode seguir um protocolo próprio para atender a essa solicitação.

O familiar ou alguém próximo deve entrar em contato com o suporte para realizar a exclusão da conta do falecido. Para isso, é necessário comprovar o grau de parentesco e, claro, o falecimento da pessoa.

E quando dissemos que a maioria das redes atende a solicitação de exclusão é porque há exceções. O Pinterest, por exemplo, não permite a exclusão de nenhum perfil. Contas criadas ficarão disponíveis para sempre.

Facebook, Instagram e LinkedIn realizam a exclusão logo após a comprovação da morte. Enquanto o twitter tem um prazo de até 6 meses e o Google, 9 meses. 

2 – Contas com contato herdeiro

Essa é uma funcionalidade que a pessoa precisa ativar ainda viva. As contas com contato herdeiro são uma opção apenas para o Facebook, Instagram e Google. Nesse caso, o titular da conta escolhe outra pessoa para gerenciar sua conta após sua morte.

Então, você pode recorrer a esse recurso agora mesmo, escolhendo alguém para esse papel. Assim como orientar amigos e familiares a fazerem o mesmo. Mas não esqueça, é o próprio usuário que precisa fazer isso, antes da sua morte. 

Então, com essa opção, o contato herdeiro poderá, após a morte do titular, responder às solicitações de amizades, atualizar fotos de perfil e capa e fazer publicações. Na hora de escolher o contato herdeiro, o titular também pode permitir que a pessoa faça download das fotos, mude informações do perfil, entre outras configurações.

O legal dessa opção é que o contato herdeiro terá acesso apenas às informações do perfil, o que é visualizado por todos. Mas não terá acessos a informações pessoais, como mensagens.

Então, já corre na sua conta para convidar alguém para ser o seu contato herdeiro e indique o mesmo para familiares e amigos.

Especificamente para a conta Google, o titular precisa definir um tempo de inatividade para, após esse prazo, o contato herdeiro poder gerir sua conta. Por exemplo, se o usuário escolheu 12 meses como prazo, após esse tempo o herdeiro poderá acessar a conta. O titular também poderá optar pela exclusão da conta, nesse caso, o contato herdeiro só poderá fazer o download dos arquivos. Então, é preciso correr para não perder o prazo.

3 – Homenagem Póstuma das redes sociais

A terceira opção para o que fazer com as redes sociais de falecidos é um tipo de homenagem póstuma. Essa opção está disponível para Instagram, Facebook e Linkedin. O processo é parecido com o de desativação da conta, a primeira opção que comentamos aqui. Mas, ao invés de solicitar a exclusão, o familiar solicita transformar a conta em uma conta “memorial”. 

Nesse caso, a palavra memorial fica à frente do nome da pessoa. E no perfil, amigos e familiares podem fazer posts homenageando o antigo titular, lembrando momentos importantes e compartilhando seus sentimentos.

Uma conta memorial fica congelada. Ou seja, não recebe notificações nem pode ser acessada pelo login, ou mesmo hackeada. O perfil serve apenas como uma exposição e um marco para relembrar a vida de alguém que se foi.

Dúvidas frequentes sobre o que fazer com as redes sociais de quem faleceu

Agora que você já entendeu quais são as opções disponíveis, confira as respostas para dúvidas que podem ter surgido.

1 – Quem pode informar o falecimento?

Um familiar ou amigo mais próximo pode informar à plataforma sobre o seu falecimento. A rede social, além de pedir uma comprovação do óbito, também tem um formulário para essas situações.

Então, a rede social vai analisar o pedido de transformar o perfil em memorial ou excluir a conta. 

2 – O que é um perfil memorial? 

O perfil memorial é uma forma de manter o perfil como uma página para homenagens. Nesse caso, o perfil é congelado, não recebe mais notificações ou mensagens, mas as pessoas podem escrever mensagens públicas e comentários ali. No entanto, o perfil não será mais atrelado ao feed das pessoas nem terá notificação de aniversários, como acontece no Facebook, e outras interações características de cada rede.

Além disso, um perfil memorial também é uma forma de proteger a privacidade da pessoa que faleceu. Isso porque não é mais possível acessar a conta, nem mesmo um hacker poderia fazer porque não existe mais essa opção de acesso.

3 – É possível fazer o download dos arquivos? 

Se antes de falecer deixou um contato herdeiro, é possível baixar os arquivos públicos que a pessoa compartilhou. No entanto, informações privadas, como a troca de mensagens, ninguém pode ter acesso. Mas sem isso, apenas ao informar o falecimento da pessoa para as redes, apenas com uma ordem judicial é possível ter acesso ao conteúdo da conta.  

4 – Como escolher um herdeiro para a conta? 

No Facebook, vá até a opção “gerenciar conta” no seu perfil e lá você encontrará a opção para adicionar um de seus contatos como herdeiro. A pessoa escolhida receberá uma notificação para aceitar ou não o convite.

Mas apenas o titular da conta pode fazer isso. Ou seja, após a morte não é mais possível designar um herdeiro para a conta dessa pessoa. 

Como lidar com os dados virtuais das pessoas que faleceram?

Há alguns anos, a Superinteressante publicou uma matéria falando sobre esse assunto. Nela, um pesquisador apontava a importância de tratar os “restos virtuais” assim como se trata os restos mortais da pessoa. Com respeito e privacidade.

A matéria também aponta que empresas têm aproveitado essa oportunidade da pós morte relacionada ao uso das redes. Além da oportunidade que o Facebook oferece de criar uma página memorial, há outras empresas que utilizam as informações que a pessoa compartilhou durante sua vida para transformar em um “produto”. Por exemplo, reunir todas as informações digitais de uma pessoa em uma única página. Outras, fazem o oposto: apagam todo registro que a pessoa compartilhou no digital. 

Atualmente, esse é mais um tópico que todos devemos pensar sobre a morte. “O que eu gostaria que acontecesse com as minhas redes sociais depois da minha morte”? Talvez, você queira uma página memorial ou escolher uma pessoa como herdeiro. Ou, você pode preferir que tudo seja apagado. Nesse caso, talvez você possa escolher alguém de confiança para compartilhar sua senha. Em caso da sua morte, a pessoa pode apagar a conta com mais facilidade. Ou mesmo deixar claro para seus familiares ou amigos solicitar à rede a exclusão da conta após sua morte. 

Conheça o Cemitério Vertical Metropolitano

Somos a melhor opção para você oferecer uma despedida tranquila para quem partiu. Possuímos a melhor infraestrutura com o melhor preço da região, com conforto e segurança.

Aqui no Cemitério Metropolitano, o cerimonial de cremação  e o cerimonial de sepultamento são realizados no Salão Roma, bem como Homenagens Póstumas. Ainda há a opção de escolher pelo velório online, em que é possível aproximar familiares e amigos que estejam longe e não consigam chegar a tempo da despedida. Nossas salas de velório também possuem a opção de velório online.

Além disso, possuímos planos de pagamento acessíveis, sempre incentivamos as pessoas a se planejarem para o momento da despedida que, afinal, é inevitável, mas pode ocorrer de maneira mais tranquila para os familiares.

Com planejamento, é possível facilitar a burocracia, passando com mais calma pelo momento do luto, assim como diminuir o valor das despesas e ainda respeitar os desejos de quem se foi.

Fale com a gente e saiba mais:

Mande mensagem através do WhatsApp, pelo telefone (13) 3467-4864 | (13) 9966-14644 ou mande uma mensagem aqui mesmo no site. Estamos prontos para melhor atender você e tirar suas dúvidas!


O Cemitério Metropolitano é um cemitério vertical localizado em São Vicente/SP, que oferece assistência e plano funerário. Utilizando técnicas modernas para a minimização de impactos ambientais, com suas instalações e lóculos. Possui crematório, salas para velório, ossuários e realiza cerimonial de cremação, para quem deseja prestar sua última homenagem.

Tags:
Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/cemiteriometropolitano/www/wp-content/themes/cemiterio-metropolitano/single.php on line 23
Categoria: Curiosidades

Acompanhe no Instagram!

WhatsApp
WhatsApp