Publicado há 1 ano atrás

Respondemos TUDO que você quer saber sobre cremação

A cremação é um tópico que vem sendo cada vez mais discutido e uma opção, também, cada vez mais escolhida.

Isso tem a ver com a crescente postura ecológica entre a população, que busca preservar o meio ambiente e otimizar e melhor aproveitar espaço urbanos. No entanto, diferentemente do sepultamento (enterro em solo ou vertical), a prática não é totalmente aceita, seja por falta de conhecimento ou mesmo pela visão de algumas religiões.

Mas a verdade é que existem muitas curiosidades em torno da cremação, você quer saber algumas delas? Neste texto responderemos as principais questões sobre o assunto, seus benefícios e como funciona esse processo. Conheça e escolha o que é melhor para você e sua família!

 

O que fazer com as cinzas da cremação?

O que fazer com as cinzas dependerá da vontade de cada um. É possível espargir as cinzas no mar, costume comum de vermos nos filmes, que tem a ver com liberdade e pode simbolizar o amor que a pessoa tinha pelo mar e pela natureza.

Há quem prefira manter as cinzas em um ossuário, em um cemitério, também. E existem as opções de urna, por exemplo, a urna hidrossolúvel para ser lançada ao mar ao invés de espargir as cinzas. Essa urna vai afundar e acabar se dissolvendo de maneira ecológica, sem prejudicar o meio ambiente.

Outra opção de urna ecológica é a que vem com uma muda de planta, onde dá para “plantar” as cinzas.

Muitas pessoas preferem o método tradicional mantendo as cinzas em casa dentro de uma urna comum.

Existem opções menos acessíveis também, como transformar as cinzas em objetos diversos, até em diamantes, e mesmo mandar as cinzar para o espaço.

Quem pode autorizar a cremação?

Existe uma “hierarquia” que determina uma pessoa para autorizar a cremação de acordo com cada caso.

Solteiro menor:

Pai ou mãe, se falecidos, os irmãos maiores de 18 anos podem autorizar; se forem menores, falecidos ou inexistentes, a autorização fica a cargo dos avós

Solteiro:

Pai ou mãe, se falecidos, os filhos maiores de 18 anos, se menores, falecidos ou inexistentes, os irmãos, se menores, falecidos ou inexistentes, os avós, se falecidos, os sobrinhos.

Casado:

Esposa, se falecida, os filhos maiores de 18 anos, se menores, falecidos ou inexistentes, os pais, se falecidos, os irmãos, se menores, falecidos ou inexistentes, os avós, se falecidos, os sobrinhos.

Viúvo:

Filhos maiores de 18 anos, se menores, falecidos ou inexistentes, os pais, se falecidos, os avós, se falecidos, os irmãos, se menores, falecidos ou inexistentes, os sobrinhos.

Divorciado:

Filhos maiores de 18 anos, se menores, falecidos ou inexistentes, os pais, se falecidos, os irmãos, se menores, falecidos ou inexistentes, os avós, se falecidos, os sobrinhos.

União estável:

Companheira, com documento devidamente Registrado em Cartório, os filhos maiores de 18 anos, se forem menores, falecidos ou inexistentes, os pais, se falecidos, os irmãos, se menores, falecidos ou inexistentes, os avós, se falecidos, os sobrinhos.

 

O que é necessário para cremação?

A burocracia para a cremação é um pouco maior e se divide entre morte violenta e morte natural.

No Brasil, a cremação é regida pela Lei Federal nº 6.015, de 31 de dezembro de 1973. No artigo segundo, estão especificadas todas as exigências legais para o procedimento.

É fundamental informar aos familiares e deixar uma Declaração de Vontade escrita e assinada, com reconhecimento em cartório, para otimizar o processo de cremação.

Se não houver declaração, a decisão caberá aos seus familiares de primeiro grau (cônjuges, pais, avós, filhos, netos e irmãos), que devem ter documentação que permite a cremação. É nesse momento que a causa da morte determina a documentação.

 

Em caso de falecimento tenha por causas naturais, os parentes ou responsáveis devem ter:

  • Atestado de óbito assinado por dois médicos;
  • Autorização de cremação devidamente preenchida e assinada por um parente de grau direto e duas testemunhas, com firma reconhecida;
  • Cópia do CPF e do RG do falecido;
  • Cópia da Certidão de Casamento ou de Nascimento do falecido.

Se o falecimento ocorrer por morte violenta, será necessário apresentar documentos específicos para autorizar a cremação do corpo, comprovando que o corpo já foi analisado pela Polícia e pelos médicos do IML.

 

Os documentos são:

  • Atestado de óbito assinado por um médico legista;
  • Autorização de cremação assinada por um parente de grau direto e duas testemunhas, com firma reconhecida;
  • Autorização judicial, com declaração do delegado da polícia responsável pelo inquérito e do IML alegando que não se opõe à cremação;
  • Boletim de Ocorrência;
  • Cópia do RG, do CPF do falecido e do membro da família que autoriza a cremação;
  • Cópia da certidão de nascimento ou de casamento do falecido.

 

Se não houver parentes, segundo a hierarquia que mostramos no tópico anterior, será necessária uma autorização judicial, requisitada ao Poder Judiciário pelos parentes de segundo grau, com os seguintes documentos:

  • Certidão de óbito;
  • Declaração do delegado não se opondo à cremação;
  • Boletim de Ocorrência (em caso de mortes violentas).

 

Quanto tempo leva para cremar um corpo humano?

O tempo varia de acordo com a estatura física da pessoa, podendo levar entre uma hora e meia e duas horas e meia.

 

Na cremação, o caixão é queimado?

Sim, o caixão é cremado juntamente com o corpo.

 

Quanto custa para cremar um corpo humano?

Essa é uma pergunta muito comum sobre cremação. Valor varia de um cemitério para outro, aqui no Cemitério Vertical Metropolitano nosso serviço de cremação possui o plano de cremação preventiva, onde a cremação é adquirida antes da morte para uso futuro, e o plano de uso emergencial. Por isso, o valor da cremação varia ente R$5.400 e R$7.150.

 

saiba mais: A melhor infraestrutura para cerimônia de cremação com o valor justo que cabe no seu bolso

 

Como é o processo de cremação de um corpo?

Depois que a parte burocrática é resolvida, o processo de cremação funciona após o cerimonial, momento em que a família se despede e presta homenagens.

O corpo é posto dentro do caixão que é levado ao forno, após o processo, os fragmentos de ossos são separados das cinzas. Os fragmentos são processados por um aparelho para que sejam moídos e se tornem cinzas também.

 

A família pode assistir à cremação?

Não. Antes do processo de cremação, a família tem o momento da cerimônia quando são feitas as homenagens e é possível se despedir.

 

Curiosidades sobre a cremação

 

1 – Amiga do meio ambiente

Como dissemos logo no início, a cremação é uma prática ecológica. Nem mesmo a dispersão das cinzas no meio ambiente é maléfica para o ecossistema. A dispersão de cinzas não contamina as águas subterrâneas e os gases emitidos no processo não são poluentes, já que o corpo libera apenas água e gás carbônico em pouca quantidade. Os resíduos tóxicos resultantes da cremação também são retidos pelos filtros de ar.

A decomposição de um corpo pode contaminar os lençóis freáticos e deixar substâncias poluentes quando realizado o sepultamento no solo, principalmente se não for feito da maneira correta. Em caso de sepultamentos verticais, não há esse risco.

Por outro lado, a cremação é um processo mais limpo, com a vantagem ainda de não ocupar um espaço físico, beneficiando o urbanismo local.

 

2 – É vista de maneiras diferentes pelas religiões

Existem religiões que proíbem a prática de cremação, como é o caso do islamismo, candomblé e judaísmo, pois acreditam que o corpo deve retornar à terra.

Já o budismo e a hinduísmo colocam a cremação como prática obrigatória, pois creem que assim a alma é purificada e liberta do corpo, além disso, acreditam que o fogo induz o sentimento de desapego do espírito, contribuindo para sua passagem ao novo mundo.

Já o espiritismo solicita que espere entre dois e três dias para o processo de cremação, pois creem que seja o tempo necessário para que o espírito se desvincule totalmente do corpo físico e desencarne.

Para o catolicismo, a prática foi um tabu até meados da década de 60.

 

3 – Pode ser mais econômico que o sepultamento

Os custos do sepultamento variam entre cada cemitério, mas na cremação não existe taxa de manutenção, compra ou locação de jazigos. A médio prazo, o investimento na cremação é mais econômico, principalmente quando adquirida de maneira preventiva.

Além disso, proporciona mobilidade para a família, uma vez que as cinzas são entregues e é possível dar o destino que quiser a elas, como sugerimos no primeiro tópico. Mesmo se a opção for manter a urna em um cemitério, é possível tirá-la de lá com facilidade, em caso de mudança da família ou outra necessidade.

 

4 – Em alguns países, a cremação é o mais comum

Não são apenas as religiões que veem a cremação de maneiras diferentes, o ponto de vista varia também de acordo com a cultura do país e suas necessidades econômicas e geográficas.

Visando a otimização dos espaços urbanos, Japão, Hong Kong e Inglaterra, por serem países com pouca extensão de terra, têm maior aceitação e prática da cremação.

Já outros países, como China, Índia e o próprio Japão de novo, têm a influência do budismo e hinduísmo, que incentivam a adesão. No Japão, o índice de mortos cremados chega a quase 100%, em comparação, o Brasil chega a apenas 1,5%.

 

Cemitério Vertical Metropolitano – crematório em São Vicente, acessível para Praia Grande e Santos

Somos a melhor opção para você oferecer uma despedida tranquila para quem partiu, venha nos conhecer!

Nós incentivamos as pessoas a se planejarem para o momento da despedida que, afinal, é inevitável, mas pode ocorrer de maneira mais tranquila para os familiares.

Com planejamento, é possível facilitar a burocracia, passando com mais calma pelo momento do luto, assim como diminuir o valor das despesas e ainda respeitar os desejos de quem se foi.

Entre em contato e tire suas dúvidas:

Mande mensagem através do WhatsApp, pelo telefone (13) 3048-4257 | (13) 98188-6139 ou mande uma mensagem aqui mesmo no site. Estamos prontos para melhor atender você e tirar suas dúvidas!


O Cemitério Metropolitano é um cemitério vertical localizado em São Vicente/SP, que oferece assistência e plano funerário. Utilizando técnicas modernas para a minimização de impactos ambientais, com suas instalações e lóculos. Possui crematório, salas para velório, ossuários e realiza cerimonial de cremação, para quem deseja prestar sua última homenagem.

Categoria: Cremação

Acompanhe no Instagram!

WhatsApp
WhatsApp